Cursos

Conheça melhor nossos cursos !
28/12/2013

Dicas para curtir Champagne

FacebookTwitterGoogle+LinkedInEmail

Dicas para serviço e consumo de Champagne (e os demais espumantes)

Personal Sommelier

Fim de Ano – Época de festa, alegria e muita comemoração. Época de espumante – mais do que em qualquer outro momento do ano. Tempo de borbulhas que tanto encantam a todos. Para aproveitar maravilhosamente a bebida dos Deus fique atento nas dicas abaixo.

1 – Os níveis de doçura (o que quer dizer mesmo brut, extra-dry, demi-sec?)

Observe os termos brut, demi-sec e extra-dry que geralmente aparecem nos rótulos dos espumante. Eles indicam a quantidade de açúcar existente em cada litro de espumante. O primeiro possui até 15 g de açúcar por litro. O extra-dry, geralmente mais seco, aceita de 12 g a 20 g de açúcar por litro. Já o demi-sec tem doçura bem intensa, com entre 33 g e 60 g de açúcar por litro e o doce superior a 60 g por litro.

2 –Harmonização com comida

O curinga das harmonizações de vinho e comida é e sempre será um belo Champagne. O mais versátil de todos os é, sem dúvida, o brut, que acompanha do coquetel (incluindo saladas, frituras e carnes leves) ao prato principal e sobremesas leves. Massas com frutos do mar, risotos dos mais variados ou até mesmo queijos combinam perfeitamente com este espumante. O extra-dry vai bem com pratos mais ácidos ou gordurosos como ceviches, saladas, ostras e carnes leves com molhos cítricos. Para a sobremesa, prefira os demi-sec.

3 – Temperatura correta

Espumantes simples devem ser servidos entre 5°C e 8°C, enquanto os safrados (millesimé), que possuem mais corpo e complexidade, precisam estar um pouquinho menos frios, entre 9°C e 12°C para mostrarem seus aromas e sabores. Na hora de gelar, esqueça o congelador. Prefira um balde de gelo com água (e sal grosso ou álcool) pararesfriar a bebida aos poucos, uniformemente. Mantenha o espumante no balde durante todo o tempo e tampe com uma tampa prórpria para espumante.

4 – A taça certa garante aromas e borbulhas por mais tempo

Servir o espumante na taça tipo flûte, com corpo mais alongado e boca estreita ajuda a conservar o pérlage (borbulhas) e a realçar os aromas. Para que a bebida não esquente rapidamente, segure sempre somente pela haste.

5 – Não sacuda a garrafa antes de abrir

Uma garrafa de espumante tem mais gás acumulado do que um pneu de carro. Balançar a garrafa e deixar metade do líquido se perder é um enorme desperdício (tendo em conta que um Champagne precisa de 24 meses para formar este gás). A forma correta de abrir é segurar a garrafa em ângulo de 45°, retirar a gaiola (arame que protege o vedante) segurando a rolha com o polegar para evitar um deslocamento inesperado e só então girar vagarosamente a rolha e a garrafa (no sentido contrário).

FacebookTwitterGoogle+LinkedInEmail