Cursos

Conheça melhor nossos cursos !
11/03/2015

Por que o vinho chora? Entenda as lágrimas.

FacebookTwitterGoogle+LinkedInEmail
Curiosidades sobre as lágrimas do vinho

Os misteriosos filetes que escorrem pela taça de vinho são chamados de lágrimas do vinho, ou, também, de pernas, arcos, abóbadas, arcadas… Mas por que será que eles surgem?

lágrimas do vinho Personal Sommelier
A resposta mais comum (e equivocada) é a associação das lágrimas do vinho à qualidade. Também é possível encontrarmos argumentos relacionados à doçura ou viscosidade do vinho. Também equivocados…

Gire o vinho dentro da taça e deixe-o parar. Você notará gotas ao redor da taça.

O fato é que o vinho chora, e isso acontece em função do seu teor de álcool. Quanto mais elevada for a concentração alcoólica, mais abundantes serão as lágrimas.

Esse é o chamado efeito Marangoni, nome dado em homenagem ao físico italiano Carlo Marangoni (1840-1925), estudioso do tema.

A película de vinho que se forma na parede da taça tende a evaporar. Mas as moléculas de álcool evaporam mais rapidamente do que as moléculas de água, por serem mais voláteis. Então, essa camada líquida em volta da taça acaba tendo uma menor concentração alcoólica que o resto do vinho, e, consequentemente, menor aderência à taça. As moléculas de água dessa camada tendem a se unir, formando gotículas, que escorrem com a força da gravidade.

Resumindo: as lágrimas do vinho formam-se porque as velocidades de evaporação da água e do álcool são diferentes. Essa explicação, além de centenária, é a única comprovada cientificamente.

Mas cá entre nós: as lágrimas do vinho não são de tristeza, são de alegria de quem está prestes a beber!

FacebookTwitterGoogle+LinkedInEmail